CARTILHA - FIBROSE CÍSTICA - PROTOCOLO DE TRATAMENTO INOVADOR - 2016

CARTILHA - FIBROSE CÍSTICA - PROTOCOLO DE TRATAMENTO INOVADOR - 2016

PREFÁCIO
Aconselho ler uma Cartilha tradicional oficial antes de ler o presente trabalho:
http://www.nupad.medicina.ufmg.br/wp-content/uploads/2015/10/Cartilha-Fibrose-Cistica.pdf

APRESENTAÇÃO

Embora a Fibrose Cística tenha sido muito estudada em torno das suas causas e consequências, não existem ainda protocolos bem padronizados e inovadores de tratamento.

Parece que a diversidade de situações em que ela ocorre, como ocorre e que órgãos são atingidos, dificulta isso.


Porém, recebi da Dra. Susane a incumbência de tentar propor alguma padronização, mas também inovação no tratamento e 
farei exatamente isso.


Em 29 setembro de 2014, numa conversa informal entre vizinhos, a Dra. Susane, pertencente aos Grupos de Ajuda X,Y,Z, me solicitou a elaboração de uma Pesquisa Sobre Fibrose Cística para elaboração de um Protocolo de Tratamento dessa Doença.

Pediu destaque para certas complicações, a saber, Síndrome de Dificuldades Respiratória Aguda Grave (SRAG) e Síndrome Intestinal (SG) por conta de seus graves riscos. 

Iniciei a pesquisa imediatamente, depois dessa conversa.  E cerca de 20 minutos depois, na mesma data, de forma quase sobrenatural, já tinha um rascunho, o qual intitulei "Fibrose Cística - Uma Luz no fim do Túnel".  

Publiquei esse rascunho em meu Blog, e liguei para a Dra. Susane dizendo: Já está pronto!

Ela levou um susto e não conseguia acreditar que nossa conversa já estivesse em menos de meia hora sistematizada e publicada na internet.

Veja o Link: http://estudeinosaojose.blogspot.com.br/2016/09/fibrose-cistica-uma-luz-no-fim-do-tunel.html

Esse texto sofreu mais algumas alterações e já no dia 05/10/2016, uma semana depois após aquela solicitação, já se encontrava totalmente pronto.

Nessa uma semana em que acertava o texto, recebi centenas de visitas de várias partes do mundo.  Destacando-se Polônia, Alemanha e E.U.A.  

Com base nesse texto, e no sucesso que fez na internet,  é que comecei a elaborar,  já no dia 06/10/2016, essa presente Cartilha:
CARTILHA - FIBROSE CÍSTICA - PROTOCOLO DE TRATAMENTO INOVADOR - 2016

Este protocolo tem o objetivo de orientar a conduta terapêutica caseira, bem como alguma MEDIDAS ADICIONAIS, em ambientes domiciliares.

Para tanto, foram formuladas condutas práticas e descomplicadas a serem implementadas no dia-a-dia das famílias.

Muitas soluções inovadoras foram acrescentadas, mas estas soluções, justamente por serem inovadoras, carecem ainda de experimentação e comprovação, tais como o enfoque dentro da MTC- Medicina Tradicional Chinesa. 

Assim, esse trabalho é puramente acadêmico, investigatório,  experimental e teórico.

ATENÇÃO: Não aconselhamos que se faça uso dessas técnicas e informações inconclusas para um tratamento real. Consulte um médico que orientará sobre casos concretos e sobre métodos já aprovados e comprovados, que não é o caso aqui.

ESCLAREÇO QUE NÃO SOU MÉDICO E ESSE TEXTO É SOMENTE UMA PESQUISA!

16/06/2016
Luiz Carlos Tollstadius
Pesquizador Auto-Didata

===========================================

FIBROSE CÍSTICA: CARACTERÍSTICAS GERAIS
Quando um homem e uma mulher com genes defeituosos têm um filho, a criança tem 25% de chance de nascer com o problema, que afeta o funcionamento das glândulas responsáveis pela produção de suor, saliva, suco digestivo e muco. Essas secreções se tornam mais espessas e o organismo têm dificuldade para eliminá-las.
A doença tem causa nas mutações no gene do CFTR,  cuja proteína é um canal de transporte de íons cloreto através das membranas das células epiteliais

Ocorre o bloqueio da saída do cloreto através da membrana das células epiteliais glandulares, com acúmulo intracelular, junto com entrada de sódio e água. Em consequência, a desidratação da superfície celular com formação de secreções viscosas: muco. 


ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS
Por conta dessa doença ter causa numa mutação genética e afetar preferencialmente determinados grupos populacionais...

Orientamos nossa pesquisas e o presente protocolo de tratamento  para determinado segmento, a saber, aqueles de etnia judaica e portadores do tipo sanguíneo A.  

A motivação na escolha se dá com base numa grande expressividade da doença nesses 02 grupos.  Acreditamos que a compreensão dessa maior expressividade nessa fatia populacional trará luz sobre suas causas.

A expressividade é justamente aquilo que se quer combater. Mas antes de combater é necessário entender!


O que podemos entender de imediato é que a falha no código genético, enquanto mera causa e potencial, só produz seus efeitos, só resulta em manifestação concreta (fenômeno), na companhia de mais outros vetores.  No nosso caso concreto: etnia específica e tipo sanguíneo específico, que servem de propiciadores.

Serão esses dois (etnia judaica + sangue tipo A) a única combinação, além da falha genética,  que leva a expressividade da doença?  Não, existem outras combinações!

Comparemos com a combustão e seus 3 elementos:
1-uma substância (o combustível) e 2-um gás (o comburente), geralmente o oxigênio, para liberar calor e luz. 3-uma fagulha, ou chama que inicie o processo.

Nortearemos, portanto, nosso Protocolo de Tratamento dentro da ótica e dos conceitos de Genética, Epigenética e Nutrigenética.  Pois acreditamos que só é possível silenciar as manifestações (expressividade) da doença com adoção de um estilo de vida adequado a nossa constituição.


DENTRO DA NUTRIGENÉTICA ENCONTRAMOS QUE, NO CASO EM QUESTÃO, ADOTAR UM MODO DE VIDA SAUDÁVEL PARA PORTADORES DE SANGUE TIPO "A" - É O ARCABOUÇO DO TRATAMENTO.
SERÁ ALTAMENTE POSITIVO MESMO PARA AQUELES COM OUTRO TIPO SANGUÍNEO, MAS QUE TAMBÉM POSSUEM A DOENÇA.  PORÉM NOS CASOS EM QUE O PACIENTE SEJA DE OUTRA ETNIA E/OU DE OUTRO TIPO SANGUÍNEO, TERÁ QUE FAZER ALGUMAS ADAPTAÇÕES, AINDA NÃO PRESENTES NESTA 1ª CARTILHA. 


A DIETA DO TIPO SANGUÍNEO – Dr. Peter J. D´Adamo  Os doutores James D'Adamo e Peter D'Adamo são médicos naturopatas (especialidade não existente entre nós). Juntos, acumulam mais de 50 anos de pesquisas sobre os tipos sangüíneos: predisposição a doenças, influência de alimentos, bebidas e ervas, exercícios indicados etc. (...) É bom lembrar que todas as dietas naturalistas podem e devem ser utilizadas como curativas, porém funcionam muito bem como preventivas, principalmente. 
(...) RESUMO: Não há modo de vida ou dieta certos ou errados; o que há são escolhas certas ou erradas baseadas em nosso código genético individual. 

2. PLANO DO TIPO SANGÜÍNEO A (...) Precisam de yoga, meditação, tai-chi e um pouco de solidão para evitar doenças cardíacas e cânceres. Dão-se bem com escultura e artesanato. 
(...)Carne, laticínios, feijão mulatinho e fradinho e trigo (este em excesso) são difíceis de digerir, armazenam-se como gordura, aumentam as toxinas digestivas, reduzem a utilização das calorias, inibem o metabolismo dos nutrientes e a eficiência das insulinas.

Para perder peso, comer soja, verduras e abacaxi. Os tipo A se dão bem com dietas vegetarianas. Aos poucos, começar eliminando embutidos, seguidos das carnes vermelhas e aves. Por produzir mais muco que os demais, devem evitar laticínios e começar o dia com um copo de água morna e limão. (...) Têm baixo nível de acidez estomacal. São biologicamente predispostos à anemia perniciosa, doenças do coração e câncer (este pode ser prevenido com soja, em todas as suas formas). Têm tendência a alto nível de colesterol e triglicérides. Se já tiver câncer, comer feijão de lima. Também têm tendência a sofrer de diabetes, devido ao consumo de carnes e laticínios. Infecções no fígado são comuns. Têm tendência a desenvolver cálculos biliares, cirrose, doenças nos dutos e icterícia.(...) São propensos ao câncer, conjuntivite, secreções do muco e reações alérgicas da pele. Mosquitos comuns preferem os tipos A e AB. (veja aqui)

Não Comer:Carnes,Laticínios,feijão mulatinho.
Comer:peixe,feijão,soja,missô,shoyo,umeboshi,mel, cebola,cebolinha,abacaxi,pera,suco de uva,chá verde,café e amendoim torrado salgado com pele. Todas Verduras menos batatas, inhame, repolho e tomate.

Os peixes kasher são os de barbatanas e escamas, tais como sardinha, salmão, robalo, atum, bacalhau, pescada, linguado, namorado, corvina, dourado, entre outros. Os peixes de couro, como cação e pintado, não são kasher, assim como frutos do mar (camarão, lagosta, ostra, mexilhão, caranguejo, lula, etc) e répteis.

Sinais e sintomas


1-Os sinais e sintomas coincidem com as predisposições de doenças dos portadores do tipo sanguíneo "A", quando numa dieta desfavorável e inadequada.  

2-Os sinais e sintomas também apontam para determinada Síndrome muito conhecida na MTC - Medicina Tradicional Chinesa: padrão de fleuma-calor.

3-Dieta MTC - Elemento Metal (muco)
facebook.com/clinicamedicinatradicionalchinesa

4-Dieta Ayuverda-Dosha Kapha/Bekan (muco).
alecrimdaterra.blogspot.com.br/p/dosha-kapha 



5-Purificação da Yoga "ShatKarma"(muco).
yogabrasil.org/satkarma-os-seis-porcessos-de-purificacao

  1. Viva Melhor c/ Dieta do Tipo Sanguíneo - Dr. Peter J. D'Adamo
  2. MTC - Fitoterapia Chinesa - Dr. Alexandro Botsaris -  alexbotsaris.com.br
  3. Manual do Herói -  Deixa Sair - Sônia Hirshi - facebook
  4. Ayurveda - Marise Berg - ayurvedicamente.blog - facebook
  5. Shatkarma - "Purificação" (Thomas Korosec) - facebook
SHATKARMA - NETI -  Veja Aqui - É a purificação das fossas nasais:. 
Uma colher de chá de sal grosso é adicionada a ½ litro de água mineral, que, depois de fervida e amornada, entra pela narina direita (com o auxílio de um lota, instrumento apropriado que parece um bule), enquanto a cabeça fica levemente inclinada para o lado esquerdo. A água, então, é eliminada pela narina oposta. Em seguida, o processo é repetido a partir da outra narina. 

O neti, que pode ser realizado diariamente, pela manhã, combate a rinite, a sinusite e outros males respiratórios. 

(71) 3024-3377
 
​e-mail: contato@escolaflordejambo.com.br

AV. Ministro ACM, Lote 20, Buraquinho, Lauro de Freitas - BA - Cep.: 42.700-000

Alimentação 

 A nossa alimentação é oferecida pela escola buscando introduzir um hábito saudável dando preferência a produtos naturais e orgânicos. 





Complicações possíveis

A complicação mais comum da fibrose cística é a infecção respiratória crônica, mas, se não for corretamente tratada, a doença pode evoluir para outros problemas também, como:
  • Problemas intestinais, como cálculos biliares, obstrução intestinal e prolapso retal
  • Expectoração de sangue
  • Insuficiência respiratória crônica
  • Diabetes
  • Infertilidade
  • Doença hepática ou insuficiência hepática, pancreatite, cirrose biliar
  • Desnutrição
  • Pólipos nasais e sinusite
  • Osteoporose
  • Artrite
  • Pneumonia recorrente
  • Pneumotórax
  • Insuficiência cardíaca no lado direito
Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.


=======================================================


===================================================


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google Analitics